PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Novo robô é capaz de respirar e suar (vídeo)

Foto: Christopher Goulet/ASU

O robô termorregulador, chamado Andi, pode andar, respirar e suar, simulando a reação humana ao calor extremo.

Cientistas da Universidade Estadual do Arizona, nos Estados Unidos, desenvolveram um robô capaz de se movimentar, respirar e suar. Batizado de “Andi”, o manequim robótico é uma ferramenta revolucionária na pesquisa sobre os efeitos do calor extremo no corpo humano.

De acordo com Konrad Rykaczewski, professor e investigador do projeto, Andi “gera calor, treme, anda e respira”. O principal objetivo da pesquisa é desenvolver uma compreensão profunda de como o calor afeta o corpo humano.

Andi é o primeiro termorregulador do mundo, capaz de simular funções térmicas humanas como reações ao frio e ao calor. O robô possui 35 áreas de superfície diferentes, todas controladas por sensores de fluxo de calor, temperatura e poros que simulam a transpiração.

Confira o vídeo:

Para testar Andi em várias situações, os pesquisadores criaram um ambiente de teste chamado de “warm room” (quarto de aquecimento), onde as temperaturas podem atingir até 60 graus Celsius. Nesse ambiente, a equipe é capaz de controlar a temperatura, a radiação solar e o fluxo de ar, expondo Andi a diversos cenários e analisando suas respostas em tempo real.

Segundo a Universidade Estadual do Arizona, milhares de pessoas morrem anualmente nos Estados Unidos devido a doenças relacionadas ao calor extremo. Em 2022, apenas na região do Condado de Maricopa, no Arizona, foram registradas 425 mortes relacionadas ao calor. Com o aumento previsto das ondas de calor, esses estudos se tornam cada vez mais vitais.

Atualmente, existem dez modelos de Andi, a maioria dos quais está sendo usada por empresas de roupas esportivas para testes. O Andi da ASU é um dos dois em uso por instituições de pesquisa e é o primeiro manequim térmico que pode ser usado ao ar livre.

O robô é equipado com canais internos por onde a água fria circula, permitindo-lhe manter uma temperatura baixa enquanto é exposto a calor extremo. Isso permite aos pesquisadores medir variáveis que contribuem para a percepção do calor em diferentes ambientes.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE