PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tragédia no Grand Canyon: turista morre após queda de 1,2 mil metros

Foto: Tarciso Morais / CPN-News

Acidente ocorre em famosa atração turística no Arizona; autoridades dos EUA iniciam investigações.

Uma fatalidade abalou a tranquilidade do Grand Canyon, uma das paisagens naturais mais visitadas nos Estados Unidos. Um homem de 33 anos faleceu após uma queda de 1.200 metros na famosa atração turística, o Skywalk. O acidente foi confirmado pelas autoridades do Arizona.

A vítima estava no Skywalk, uma passarela de vidro em formato de ferradura que se projeta 21 metros além da borda do abismo, momento antes de sofrer a queda fatal. A informação foi divulgada pelo Gabinete de Busca e Resgate do Xerife do Condado de Mohave em um post no Facebook.

A equipe de resgate, especializada em operações com cordas, foi acionada no dia 5 de junho, após o relato de uma pessoa que havia ultrapassado a borda da passarela. Chegando ao local com o auxílio do helicóptero Kingman Ranger, dois especialistas constataram a morte do indivíduo.

O escritório do xerife informou que a ocorrência está sob investigação. O corpo do homem foi encaminhado para a Nação Hualapai, uma tribo indígena oficialmente reconhecida pelo governo dos Estados Unidos, situada na região noroeste do Arizona.

O Skywalk, situado fora do Parque Nacional do Grand Canyon, na região conhecida como Grand Canyon West, é gerenciado pela tribo Hualapai, segundo informa o National Park Service. Desde sua inauguração em 2007, a atração já recebeu mais de 10 milhões de visitantes, de acordo com dados divulgados pelo site oficial do Grand Canyon West.

Tanto o Gabinete do Xerife do Condado de Mohave quanto o Departamento de Polícia da Nação Hualapai, ao serem contatados pela CNN para comentários, não retornaram até o momento da conclusão desta reportagem.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE