PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Atriz com rosto destruído pelas drogas acusa médico de agressão em cirurgia

Foto: Reprodução/Instagram

A atriz detalha suposta agressão do médico, falta de anestesia e abandono do procedimento, resultando em sequelas físicas e emocionais.

A atriz britânica Danniella Westbrook, 49, em uma entrevista reveladora ao The Sun, descreveu a experiência aterradora de uma cirurgia facial malsucedida após o uso de cocaína ter corroído seu rosto.

Segundo a atriz, a operação de reconstrução do rosto foi iniciada sem anestesia. “Comecei a gritar e chorar por causa do choque. Ele [o médico] colocou três hastes de metal no meu rosto, e dizia para mim: ‘Pare de chorar, pare de chorar’.

“Estou com muita dor. Por favor, por favor. Estou com medo. Estou com muita dor. Não sabia que isso ia acontecer.’ Foi realmente assustador”, relembrou Westbrook.

A atriz também alegou que foi fisicamente agredida pelo médico durante o procedimento. “Ele foi atrás de mim, agarrou meu rosto, disse: ‘Pare de se mexer’ e me deu um tapa no outro lado. Eu disse: ‘Quem diabos você acha que está batendo?'”, detalhou Danniella, lamentando a situação traumatizante que ocorreu na Turquia.

O médico teria então abandonado o procedimento, deixando hastes e tubos pendurados no rosto da atriz. “Ele não mais voltou para o quarto, nunca mais o vi. A garota costurou e disse: ‘Você pode ir agora'”.

Eu não conseguia falar. Isso realmente aconteceu? A única coisa pela qual eu estava lá era meu nariz e minha boca, para uma cirurgia adequada. Minhas gengivas estão retraindo. Eventualmente vou sufocar.

“Não preciso de um elevador de fio, isso não é cosmético, eu preciso de um procedimento médico”, desabafou a celebridade.

Westbrook acordou no dia seguinte com um olho roxo. Ela também relatou que foi mandada para casa sem antibióticos e perdeu toda a visão do olho direito por uma hora devido à pressão do ar.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE