PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Cinderela Assassina: princesa se transforma para novo filme de terror

Foto: Reprodução / Facebook

A clássica princesa da Disney ganha uma versão sangrenta e brutal que promete agradar os fãs de gore.

Prepare-se para uma reviravolta assustadora no conto de fadas mais amado da Disney! Depois do Ursinho Pooh se tornar um serial killer em “Winnie the Pooh: Blood and Honey”, agora é a vez da encantadora Cinderela ganhar uma versão slasher em “Cinderella’s Curse”.

Dirigido e produzido por Louisa Warren, conhecida por seu trabalho em “The Ghosts of Borley Rectory”, o filme promete uma abordagem única e sangrenta da história da dona dos sapatinhos de cristal.

O roteiro fica por conta de Harry Boxley, responsável por “Mary Had a Little Lamb”.

No elenco, teremos Kelly Rian Sanson, Chrissie Wunna e Danielle Scott, esta última também participou de “Winnie the Pooh: Blood and Honey”. As filmagens estão programadas para começar no próximo mês no Reino Unido.

A trama de “Cinderella’s Curse” ainda é um mistério, mas uma coisa é certa: será repleta de cenas brutais e mortes chocantes.

Louisa Warren revela ao portal Bloody Disgusting: “Esta é uma versão incrivelmente única da Cinderela que todos amamos e conhecemos.

Ela vai cometer assassinatos verdadeiramente horripilantes. Acredito que os fãs de gore vão adorar a minha reimaginação sombria.”

A produção é da ChampDog Films, e a estreia está marcada para outubro de 2023. Prepare-se para uma Cinderela como você nunca viu antes, pronta para aterrorizar as telonas.

Vale lembrar que a história de Cinderela foi trazida para as telas pela Disney em 1950, baseada no conto de fadas escrito pelo francês Charles Perrault e publicado em 1697.

Em 2015, o estúdio encantou o mundo com o live-action estrelado por Lily James. O filme foi um sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 542 milhões, com um orçamento entre US$ 84 e 90 milhões. No Rotten Tomatoes, o filme possui uma aprovação de 83% pela imprensa especializada, ficando atrás apenas de “Mogli – O Menino Lobo” (2016).

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE