PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Espião da Ucrânia garante: ‘estamos perto de eliminar Putin’

Foto: Tarciso Morais / CPN-News

De acordo com Vadym Skibitsky, os serviços de inteligência da Ucrânia se aproximam de seu principal objetivo: o presidente russo Vladimir Putin.

A escalada de tensão entre Rússia e Ucrânia atinge novos patamares, com a revelação de Vadym Skibitsky, vice-chefe do Ministério da Defesa da Ucrânia.

Em entrevista concedida à publicação alemã Welt, replicada pela agência de notícias ucraniana Ukrinform, Skibitsky revelou que o presidente russo Vladimir Putin é o alvo prioritário dos serviços de inteligência ucranianos.

Segundo o ministro, a busca incessante da inteligência ucraniana é pelos indivíduos responsáveis por impulsionar o conflito bélico entre as nações.

Ao ser questionado sobre quem estaria no topo desta lista, Skibitsky foi enfático: “Putin, pois é ele quem orquestra e decide os rumos do conflito.”

Mais ainda, Skibitsky expressou sua confiança de que a concretização deste objetivo está ao alcance. “Ele sabe que estamos em seu encalço, mas talvez também tema uma revolta interna em seu próprio país”, indicou.

Outra figura de destaque na lista dos serviços secretos ucranianos é Yevgeny Prigozhin, líder do Grupo Wagner, cujas ações no front russo resultaram na tomada da cidade de Bakhmut para Moscou.

“Nosso foco é neutralizar o líder do grupo que orienta seus homens a atacar”, afirmou Skibitsky.

O vice-chefe do Ministério da Defesa ucraniano também divulgou algumas operações coordenadas pelo exército de seu país.

Ele mencionou que várias forças de segurança ucranianas realizaram incursões em áreas distintas, como Rostov e regiões adjacentes a Zaporizhzhia e Kherson.

“Os russos estão rapidamente reconstruindo o porto de Mariupol, com a intenção de transformá-lo no terceiro eixo logístico…

Nosso papel é interromper qualquer infraestrutura que possa facilitar o uso dessa cadeia logística”, acrescentou Skibitsky.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE