Jornalista que divulgou falsa morte de Gugu pede desculpa

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Jornalista Reinaldo Azevedo foi o primeiro a informar a falsa morte de Gugu.

O jornalista Reinaldo Azevedo, da BandNews, foi o primeiro profissional da imprensa a anunciar a morte do apresentador Gugu Liberato.

Foi no início de seu programa na Rádio BandNews, nesta quinta-feira (21/11).

Logo depois, a informação foi desmentida pela assessoria de imprensa do apresentador da Record.

Mas no final do programa Reinaldo Azevedo pediu desculpas à Rede Record e à família de Gugu:

Olha aqui, deixa eu dizer uma coisa importante. Eu iniciei o programa lamentando um fato sobre um assunto que o País vai digerir, está digerindo… Odeio que me confundam. A ideia de que eu tenha qualquer intenção de usar um evento dessa natureza (morte) para dar furo, é preciso não me conhecer profundamente. Eu não lido assim com essas coisas. E à eventual impertinência, me desculpo com a família, com a Record, que é a emissora diretamente envolvida. Não, não venham me atribuir, não faço questão nenhuma. Se vocês quiserem me atribuir o furo de ter dito qual era a natureza de uma coisa que estava sendo votada, de fato, no Supremo (Tribunal Federal), me atribuam esse furo. Não outra coisa qualquer.

No início da noite, a assessoria de Gugu divulgou novo comunicado:

Gugu está na Unidade de Terapia Intensiva e vivo, sendo acompanhado pela equipe médica local. As informações que circulam sobre uma suposta morte do apresentador são inverídicas.

Gugu sofreu um acidente doméstico em sua residência em Orlando, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Gostou deste artigo?

Cadastre seu email e receba novidades em sua caixa de mensagens e fique sempre atualizado e informado.

Curta