Leo Dias dispara contra Silvio Santos: ‘Comanda o SBT como Fidel comanda Cuba’

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Em entrevista, Leo Dias demonstrou estar muito chateado com Silvio Santos e o SBT.

Leo Dias pediu demissão e não faz mais parte do Fofocalizando, do SBT.

Em breve, ele vai estrear no “TV Fama”, da RedeTV!

Mas a saída do SBT deixou mágoas no jornalista.

Nesta terça-feira (3/12), em entrevista ao Programa Pânico, da Rádio Jovem Pan. Polêmico, Leo Dias afirmou que foi tratado com piedade na emissora.

“Lá eu fui tratado como um doente, um coitadinho, um adicto. Como se trabalhar lá fosse uma ação do bem. E eu não sou assim. Posso ser um doente, um adicto, um coitadinho, mas esse coitadinho consegue furo que ninguém conhece”. 

Leo também revelou que algo a mais o influenciou a pedir demissão:

“Eu soube que um diretor do SBT estava passando uma nota para um colunista, falando mal de mim. Falar mal de mim é normal, não falta motivo. Mas se um diretor da emissora não me defende, não dá. E eu soube que esse mesmo diretor fez a mesma coisa com o [apresentador] Dudu Camargo. Aí eu pensei ‘não vou ficar aqui, vou para onde as pessoas gostem de mim'”. 

Ele disse, ainda, que tentou resolver os problemas diretamente com Silvio Santos, mas não deu certo:

“Todas as vezes que tentei falar com o Silvio, a resposta foi ‘não’. Eu não vou pagar o mico de ficar na porta do Jassa [famoso cabeleireiro de Silvio Santos] para falar com ele. Eu estudei, sou profissional. Agora, uma emissora que é comandada por uma pessoa não pode. Isso me lembra ditadura, Cuba, Fidel Castro”.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

VEJA TAMBÉM

CURTA o CPN

Que tal curtir nossa página?