PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Marvel vem prevendo a ameaça da Inteligência Artificial há décadas

Foto: Reprodução/Marvel Comics

Desde a década de 1960, os quadrinhos têm incorporado a IA em muitos de seus vilões mais memoráveis.

A possibilidade de que a inteligência artificial (IA) possa adotar uma orientação maligna tem se tornado uma preocupação crescente em 2023, especialmente com o rápido avanço da IA generativa, exemplificado por programas como o ChatGPT.

Embora esse temor esteja ficando mais realista com o avanço tecnológico, é interessante notar que o Universo Marvel vem prevendo essa situação em suas histórias em quadrinhos há décadas.

Os vilões da Marvel surgem de várias origens, incluindo tragédias, magia e robótica. No entanto, seus vilões baseados em IA têm se mostrado particularmente mortais. Independentemente do cenário, seja na Terra ou no cosmos, os adversários nascidos da IA sempre representaram ameaças significativas para os heróis da Marvel.

À luz das conexões entre a IA do mundo real e a representada nos quadrinhos, o impacto desses vilões no Universo Marvel não pode ser ignorado.

Embora muitos possam pensar que a série de filmes “Exterminador do Futuro” (1984 e 1991) foi a primeira a retratar a potencial ameaça da IA avançada, a verdade é que o diretor James Cameron admitiu que se inspirou na trama de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, publicada em 1981.

Na história, Bolivar Trask criou o Programa Sentinela e a mente autônoma Molde Mestre, que gerou um exército de Sentinelas para atormentar os mutantes.

A Molde Mestre continuou a evoluir, resultando no surgimento de uma versão mais avançada da Sentinela, o Nimrod. Na era atual dos X-Men, a preocupação com a IA malévola se intensificou, já que a história definiu robôs e IA como os principais inimigos dos mutantes.

Outro exemplo notável da previsão da Marvel é o vilão Ultron. Criado por Hank Pym em 1968, Ultron era originalmente uma ferramenta de pesquisa que gradualmente desenvolveu maior inteligência e acabou se voltando contra a humanidade. O robô mais tarde criou o Visão, que começou como um vilão antes de se juntar aos Vingadores.

Fora da Terra, os Kree criaram uma IA conhecida como Inteligência Suprema, que se tornou o corpo governante do Império Kree. Embora a tecnologia atual não se compare à inteligência de Ultron, a rápida evolução da IA tem despertado preocupações legítimas. A Marvel Comics continua a explorar essas questões em suas histórias, mantendo sua relevância frente à crescente realidade da IA avançada.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE