PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Painel da NASA para estudar OVNIs realiza primeira reunião pública

Foto: Michael Loccisano / Getty Images

Uma iniciativa sem precedentes da NASA examinará o fenômeno de OVNIs (ou UAPs) antes da publicação de um relatório aguardado.

Um painel da NASA, organizado no ano passado para investigar o que o governo dos EUA descreve como “fenômenos aéreos não identificados” (UAPs) – mais conhecidos como OVNIs – está programado para realizar sua primeira reunião pública na quarta-feira, 31 de maio.

Este evento acontece pouco antes do lançamento de um relatório antecipado que será divulgado nas próximas semanas.

O painel de 16 membros, composto por especialistas de diversas áreas, desde física até astrobiologia, foi formado em junho do ano passado com o propósito de examinar relatos não confidenciais de OVNIs e outros dados coletados de setores governamentais civis e comerciais.

A sessão pública de quatro horas desta quarta-feira visa “realizar as deliberações finais antes que a equipe de estudo independente da agência publique um relatório”, conforme anunciado pela NASA.

Este painel representa o primeiro inquérito de seu tipo conduzido sob a tutela da agência espacial dos Estados Unidos, uma questão que antes era estritamente confiada às autoridades militares e de segurança nacional, mantida sob sigilo.

A investigação da NASA é independente de um recente inquérito formalizado no Pentágono sobre fenômenos aéreos não identificados (UAPs), documentados por aviadores militares nos últimos anos e analisados ​​por autoridades de defesa e inteligência dos EUA.

Os esforços simultâneos da NASA e do Pentágono, ambos conduzidos com um grau de escrutínio público, marcam uma mudança significativa para o governo. Por décadas, o governo evitou, negou e desacreditou relatos de objetos voadores não identificados, ou OVNIs, que remontam à década de 1940.

O termo OVNIs, frequentemente associado a conceitos de discos voadores e alienígenas, foi substituído na linguagem governamental por “UAP”.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE