Polícia prende juiz acusado de vender sentenças

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

O juiz tinha uma vida de luxo, sendo proprietário de um Porsche Cayenne, uma Harley Davidson FXSB e uma Mercedes Benz C180 Turbo.

A Polícia Federal prendeu na manhã deste sábado (23/11) o juiz Sérgio Humberto de Quadros Sampaio.

Ele foi preso por suspeita de estar envolvido no esquema de venda de decisões judiciais, na Bahia.

Segundo o site G1 Bahia, a prisão é um desdobramento da Operação Faroeste, deflagrada na última terça-feira (19), que afastou o Presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA)  e mais cinco desembargadores.

O juiz e os desembargadores são investigados por suposto esquema de corrupção ativa e passiva, lavagem de ativos, evasão de divisas, organização criminosa e tráfico de influência no estado.

Relatórios de movimentação bancária e levantamento dos bens do juiz mostram que ele tinha uma vida de luxo em Salvador.

Em nome dele e da mulher, estão um Porsche Cayenne, uma Harley Davidson FXSB e uma Mercedes Benz C180 Turbo.

“Além do fato de residirem em luxuosa residência em um dos condomínios soteropolitanos em que o preço dos imóveis tem, como média, o valor de R$ 4,5 milhões e cujo aluguel varia entre R$ 15 mil e R$ 20 mil mensais”, informou o MPF.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

VEJA TAMBÉM

CURTA o CPN

Que tal curtir nossa página?