PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Produção do filme ‘Barbie’ causa escassez global de tinta rosa

Foto: Warner Bros./Divulgação

A preparação para o cenário do próximo filme live-action da Barbie utilizou tanta tinta rosa que resultou em uma escassez global.

A criação do cenário perfeito para o próximo filme “Barbie” demandou tanta tinta rosa que levou a uma escassez global, de acordo com a designer de produção, Sarah Greenwood. Em entrevista à “Architectural Digest”, ela afirmou: “O mundo ficou sem rosa”.

Greenwood, indicada seis vezes ao Oscar, incluindo por direção de arte em “Orgulho e Preconceito” e “Reparação”, mencionou que a construção do cenário envolveu quantidades substanciais de tinta rosa fluorescente da marca Rosco.

O filme live-action, que será lançado nos cinemas em 21 de julho, tem Margot Robbie no papel principal e um loiro Ryan Gosling interpretando seu namorado de plástico, Ken. A diretora Greta Gerwig, que também co-escreveu o roteiro com Noah Baumbach, enfatizou à revista que a cor é muito importante para o filme.

“Manter o aspecto ‘infantil’ era essencial”, disse ela. “Eu queria que os rosas fossem muito brilhantes e tudo fosse quase demais.” Isso faz parte do que Gerwig descreve como “criar literalmente o universo alternativo da Barbie Land”.

Apesar de Gerwig ter adorado Barbie na infância, nem Greenwood nem a decoradora de cenários Katie Spencer tiveram uma das icônicas bonecas da Mattel.

A equipe, sediada em Londres, encomendou uma “Casa dos Sonhos” da Barbie online para alimentar sua imaginação. Eles se inspiraram ainda mais no modernismo de Palm Springs de meados do século passado.

“Naquela época, tudo era perfeito”, disse Greenwood, destacando que se esforçou “para tornar a Barbie real através deste mundo irreal”.

Em um e-mail para a CNN, Lauren Proud, vice-presidente de marketing e experiência digital da empresa de tintas Rosco, confirmou que a produção utilizou muito da cor rosa, mas acrescentou que outros fatores também contribuíram para a falta da tinta rosa.

“Os conjuntos estavam sendo desenvolvidos durante um período em que ainda estávamos lidando com problemas da cadeia de suprimentos global, e o fornecimento de tintas foi particularmente afetado”, disse ela. “Fizemos o máximo que pudemos, eles usaram tudo. Mal podemos esperar para ver como ficará no filme!”

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE