Alibaba lucra US$ 38 bilhões com vendas na “Black Friday” chinesa

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

As vendas da principal data de promoções do comércio da China já representam quase duas Black Friday dos Estados Unidos.

A gigante varejista chinesa Alibaba atingiu a impressionante marca de 38 bilhões de dólares em vendas na segunda-feira 11 de novembro, segundo Business Insider.

Foi durante o Dia dos Solteiros, uma espécie de Black Friday chinesa.

Com essa marca, o Alibaba quebrou quebrou com folga o recorde do Prime Day da Amazon, que faturou 5,8 bilhões de dólares em vendas este ano

O Alibaba disputa com a Amazon a supremacia do comércio eletrônico mundial.

E, depois do estrondoso sucesso do Dia dos Solteiros deste ano, tem motivos de sobras para comemorar.

A poderosa empresa varejista está usando trens de alta velocidade para agilizar as entregas, e os funcionários trabalharam durante a noite para acompanhar a demanda.

As vendas do Dia dos Solteiros, na China,  já representam quase duas Black Friday dos Estados Unidos.

Na China, o Dia do Solteiros ou Guanggun Jie é uma data em que se celebra o orgulho de ser solteiro.

O dia 11 de novembro (11/11) foi escolhido por ser composto de quatro números “1”: para os chineses, o número 1 representa uma pessoa sozinha.

A celebração teve início em 1993, na Universidade de Nanquim.

No começo, só entre os homens.

Rapidamente passou a ser um evento popular em todas as universidades chinesas.

Apesar do nome, o objetivo da data é a maior socialização, para que as pessoas abandonem a vida de solteiro.

Atualmente, o Dia dos Solteiros virou uma das principais datas de vendas na China, especialmente no comércio eletrônico.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

VEJA TAMBÉM

CURTA o CPN

Que tal curtir nossa página?