PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Ameaças do espaço: os maiores asteroides que passaram perto da Terra

Foto: Tarciso Morais / CPN-News

Conheça os asteroides que, em algum momento, estiveram assustadoramente próximos ao planeta Terra.

A imensidão do espaço está repleta de maravilhas e mistérios, mas também de ameaças potenciais.

Uma delas é representada pelos asteroides, corpos rochosos que orbitam o sol e que, por vezes, cruzam o caminho da Terra.

Vamos explorar alguns dos maiores asteroides que já passaram perigosamente perto do nosso planeta.

1. 3122 Florence

Em 1º de setembro de 2017, o asteroide 3122 Florence – nomeado em homenagem à pioneira da enfermagem, Florence Nightingale – passou a cerca de 7 milhões de quilômetros da Terra.

Isso pode parecer uma grande distância, mas, em termos astronômicos, é incrivelmente perto!

Com um tamanho estimado de 4,4 quilômetros de diâmetro, Florence é um dos maiores asteroides a passar tão perto de nós.

2. 99942 Apophis

Batizado com o nome do deus egípcio do caos, Apophis tem um diâmetro estimado de 370 metros e já esteve em destaque por sua proximidade com a Terra.

Sua passagem mais próxima ocorreu em 2029, quando esteve a aproximadamente 31 mil quilômetros do nosso planeta, mais perto do que alguns dos nossos satélites geoestacionários.

3. 1998 OR2

O asteroide 1998 OR2, com um diâmetro estimado de 2 quilômetros, passou a cerca de 6 milhões de quilômetros da Terra em 29 de abril de 2020.

Embora não representasse uma ameaça direta naquele momento, os cientistas estão monitorando de perto o seu trajeto, pois ele fará uma nova aproximação em 2079.

Conclusão

Embora a ideia de gigantes rochosos passando perto do nosso planeta possa ser assustadora, é importante lembrar que os astrônomos estão constantemente monitorando esses corpos celestes.

Graças a avanços na tecnologia e na pesquisa espacial, podemos detectar esses asteroides com antecedência e, se necessário, tomar medidas para proteger nosso planeta.

A exploração do espaço não é apenas sobre descobrir novos mundos, mas também sobre garantir a segurança do único mundo que, até agora, podemos chamar de lar.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE