PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Elon Musk enfrenta processo bilionário por manipulação de criptomoeda

Arte: Tarciso Morais / CPN-News

Investidores acusam o CEO da SpaceX de operar um esquema fraudulento, gerando bilhões de lucro e prejuízo aos investidores.

O CEO da SpaceX e do Twitter, Elon Musk, está enfrentando uma ação judicial no valor de US$ 258 bilhões movida por investidores enfurecidos que o acusam de manipular o preço da criptomoeda Dogecoin.

Os advogados de Musk pediram que os juízes dos EUA descartassem o caso que o acusa de impulsionar deliberadamente o preço do Dogecoin em 36.000% ao longo de dois anos e depois deixá-lo desabar.

A ação alega que Musk “usou seu pedestal como o homem mais rico do mundo para operar e manipular o esquema de pirâmide do Dogecoin”.

Arte: Tarciso Morais / CPN-News

De acordo com a Reuters, os investidores acusam Musk de impulsionar intencionalmente o preço do Dogecoin para gerar bilhões em lucro ao apoiar publicamente a criptomoeda no Twitter e no programa Saturday Night Live.

Os advogados de Musk disseram:

“Não há nada ilegal em tweetar palavras de apoio ou fotos engraçadas sobre uma criptomoeda legítima que continua a manter um valor de mercado de quase US$ 10 bilhões. Este tribunal deve pôr um fim à fantasia do reclamante e rejeitar a queixa”.

No entanto, Evan Spencer, advogado dos reclamantes, disse:

“Estamos mais confiantes do que nunca de que nosso caso será bem-sucedido”.

Na noite passada, Musk tomou a medida incomum de mudar o logotipo do Twitter para o cão do Dogecoin, em uma possível referência ao processo.

Arte: Tarciso Morais / CPN-News

Usuários das redes sociais notaram que o cão do Dogecoin substituiu o icônico pássaro azul do Twitter ontem, 3 de abril.

Musk foi criticado pelos usuários do Twitter pela mudança. Uma pessoa escreveu:

“Acho que isso pode ser o que me quebrará. É simplesmente muito embaraçoso postar no Twitter se este for o logotipo”.

Essa não é a primeira vez que Musk é acusado de manipulação de mercado por meio do Twitter.

Em 2018, ele chegou a um acordo com a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) depois de tuitar que planejava levar a Tesla para o mercado de ações privado a US$ 420 por ação, o que resultou em um processo.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE