PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Equipes recolhem 158 kg de moedas das Cataratas do Iguaçu em ação de limpeza

Foto: Amanda França/Urbia Cataratas

Voluntários e funcionários do Parque Nacional do Iguaçu retiraram moedas que somam aproximadamente R$ 3 mil.

Uma grande ação de limpeza ocorreu no lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu, no oeste do Paraná, nesta segunda-feira (5).

Equipes de voluntários e funcionários do Parque Nacional do Iguaçu trabalharam em conjunto para retirar moedas jogadas no local por visitantes.

Conforme a assessoria do parque, o total de moedas retiradas pesou 158 kg, somando aproximadamente R$ 3 mil. Para muitos turistas, jogar moedas nas Cataratas é uma oportunidade de fazer um pedido, mas para o parque, essa prática gera um problema ambiental.

André Machado Franzini, gerente de sustentabilidade do local, afirmou que a ação tem dois objetivos principais: limpar o rio e promover a conscientização dos visitantes sobre a importância de evitar essa prática, seja com moedas ou outros itens.

Os biólogos explicam que muitas moedas se dissolvem com o tempo, e os metais pesados contidos nelas, como níquel e cobre, podem contaminar a água. Além disso, a fauna local, especialmente peixes e aves aquáticas, podem confundir as moedas com alimento, o que pode causar problemas ao seu organismo.

A ação de limpeza foi agendada para coincidir com o Dia Mundial do Meio Ambiente e deve continuar até o final da tarde, o que pode aumentar a quantidade de moedas recolhidas.

As moedas recolhidas serão usadas em um projeto ambiental do Parque Nacional. Quando questionada sobre moedas oxidadas, a assessoria do parque informou que está considerando a possibilidade de doá-las para um projeto de memória local do Grêmio Esportivo e Social de Foz de Iguaçu (Gresfi), visto que parte das moedas é de origem estrangeira.

A baixa vazão das Cataratas do Iguaçu nesta segunda, com 466 mil litros de água por segundo (a vazão normal é de 1,5 milhão de litros por segundo), ajudou na realização do serviço de limpeza.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE