PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Fumaça dos incêndios florestais no Canadá chega à Noruega

Foto: Reprodução/Instituto Norueguês de Pesquisa Climática e Ambiental (NILU)

O rastro de fumaça dos intensos incêndios florestais do Canadá viaja milhares de quilômetros e é detectado na Noruega.

O Canadá tem sido devastado por incêndios florestais descontrolados, mas agora, o fenômeno está fazendo sua presença ser sentida além das fronteiras do país.

O Instituto Norueguês de Pesquisa Climática e Ambiental (NILU) relatou nesta sexta-feira (9) que a fumaça dos incêndios canadenses chegou à Noruega, a milhares de quilômetros de distância.

Nikolaos Evangeliou, pesquisador do NILU, disse à AFP que desde segunda-feira foram registradas concentrações “muito baixas” de partículas de fumaça, especialmente na estação de Birkenes, no sul do país.

Segundo ele, a variação nos números é influenciada pela intensidade dos incêndios, direção dos ventos e precipitações.

“No momento, não estamos vendo um pico sério ou um grande aumento… Não percebemos um problema ambiental (na Noruega) ou um risco grave para a saúde”, esclareceu Evangeliou.

Entretanto, a situação no Canadá é preocupante. As autoridades estão alarmadas com a quantidade de hectares queimados nesta época do ano, classificando a situação como totalmente excepcional.

Atualmente, o país enfrenta cerca de 2.300 incêndios florestais, com aproximadamente 3,8 milhões de hectares já consumidos pelo fogo, um número significativamente acima da média registrada nas últimas décadas.

A chegada da fumaça dos incêndios do Canadá à Noruega é um lembrete alarmante do alcance global dos efeitos da mudança climática e de como eventos ambientais extremos em um local podem ter repercussões em lugares muito distantes.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE