PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Trio é acusado de aplicar golpe do bilhete premiado usando a Bíblia

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Utilizando a Bíblia como disfarce, três homens suspeitos de aplicar o golpe do bilhete premiado são identificados pela Polícia Civil em Santos.

De maneira inusitada, a Bíblia tem sido usada como isca para um antigo golpe: o do bilhete premiado. Segundo investigações da Polícia Civil de Santos, litoral de São Paulo, três homens com 34, 51 e 58 anos, estão sendo acusados de recorrerem a esta estratégia para enganar suas vítimas.

As denúncias dessas atividades criminosas começaram a ser registradas em fevereiro deste ano.

As investigações indicaram que os suspeitos abordavam suas vítimas segurando o livro sagrado. Com um discurso convincente, eles alegavam possuir um bilhete de loteria premiado.

No entanto, de acordo com a “fé”, não poderiam usufruir do prêmio, então ofereciam à pessoa a oportunidade de comprar o bilhete. O dinheiro da venda, supostamente, seria revertido em doações para a igreja.

Conforme as denúncias começaram a aumentar, a equipe de investigação do 3º DP de Santos começou a rastrear pistas que pudessem levar aos estelionatários.

A primeira grande descoberta foi um automóvel com placa de Ijuí (RS), captado pelas câmeras de monitoramento da cidade logo após um dos golpes.

Com as imagens das câmeras de segurança e a identificação do veículo, os policiais conseguiram identificar os três suspeitos. Ao notar que o veículo tinha uma frequência alta de circulação por Praia Grande, os investigadores, com autorização judicial, iniciaram o rastreamento do carro, que foi localizado e apreendido.

Os suspeitos foram conduzidos ao 2º DP, onde os policiais apreenderam seis telefones celulares que serão analisados para auxiliar nas investigações.

Além disso, foi encontrado no carro uma Bíblia com um bilhete de loteria no interior, que, segundo as informações, foi sorteado em 15 de abril deste ano com um único ganhador, de Caraguatatuba (SP). A investigação segue em andamento.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE