Janja, namorada de Lula, pede demissão de emprego onde ganhava R$ 20 mil

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

A soltura de Lula e o pedido de casamento dele levaram Janja a pedir demissão do emprego que lhe pagava R$ 20 mil mensais.

Rosângela da Silva, mais conhecida como “Janja” ou a “namorada de Lula”, pediu demissão da binacional Itaipu”.

A soltura do namorado, beneficiado por decisão do STF que barrou a prisão sem segunda instância, estimulou a socióloga a aderir ao Programa de Demissão Voluntária (PDV) na terca-feira (12/11).

Janja trabalhava em Itaipu havia 15 anos e atualmente ganhava R$ 20 mil por mês.

No entanto, o desligamento oficial da namorada de Lula da empresa só será em 2 de janeiro.

Até lá, Janja vai usufruir de férias e dias de bonificação a que tem direito, informou Patrícia Iunovich, superintendente de Comunicação de Itaipu, ao site RIC Mais.

Não era novidade, no meio dos colegas em Itaipu, a proximidade da socióloga com o ex-presidente Lula.

Tanto que ela ficou conhecida como apadrinhada de Lula.

Nas visitas que Lula fazia a Itaupu, quando presidente, Janja
fazia questão de expor sua “proximidade” a ele.

A “proximidade” teria facilitado a vida dela, fazendo a binacional Itaipu ceder a socióloga para a Eletrobras, enquanto fazia um curso no Rio, onde morou por seis anos.

Janja e Lula devem casar e morar juntos no Nordeste, conforme vontade revelada pelo ex-presidente.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

COMENTÁRIOS

VEJA TAMBÉM

Gostou deste artigo?

Cadastre seu email e receba novidades em sua caixa de mensagens e fique sempre atualizado e informado.

Curta