PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Jornalista é demitida após comparar GloboNews com Rivotril

Foto: Reprodução / GloboNews

A jornalista Cecília Flesch não faz mais parte do time da GloboNews, marcando um novo capítulo em sua carreira e na programação da emissora.

É o fim de uma era. Cecília Flesch, jornalista com 17 anos de casa, foi desligada da GloboNews. O anúncio da rescisão do contrato foi feito na terça-feira, dia 13, e confirmado pelo Grupo Globo.

Segundo nota emitida pelo conglomerado de comunicação, a decisão veio após uma conversa entre a jornalista e a direção do canal. Essa medida está alinhada a uma série de mudanças planejadas na grade de programação do canal.

“Após 17 anos de colaboração produtiva, Cecília Flesch não mais integra a equipe da GloboNews”, expressou a emissora em comunicado.

“Em uma reunião realizada no Rio de Janeiro na tarde de hoje, a direção do canal teve a oportunidade de agradecer a ela por todos os anos de dedicação. O telejornal Em Ponto será apresentado por Mônica Waldvogel e Tiago Eltz, com a estreia nos próximos dias. Até lá, o telejornal será conduzido interinamente por Bete Pacheco.”

Cecília Flesch vinha comandando o telejornal Em Ponto, exibido de segunda a sexta-feira, das 6h às 9h. Ela assumiu essa posição desde julho do ano passado. Anteriormente, trabalhava como repórter e cobria folgas e férias de apresentadores do canal.

Para assumir o comando do telejornal, Cecília se mudou do Rio de Janeiro para São Paulo. No entanto, a jornalista não chegou a completar um ano na função e já não apresentou o programa na terça-feira.

A saída de Cecília Flesch acontece na mesma semana em que críticas que ela fez à GloboNews foram divulgadas. Em entrevista concedida em abril ao podcast “É Noia Minha?”, Cecília brincou com o nome do canal, dizendo que ela e seus colegas apelidaram a emissora de “RivoNews”, em referência ao Rivotril, medicamento para distúrbios psiquiátricos.

Durante a entrevista, que só ganhou visibilidade na imprensa recentemente, a jornalista também expressou sua insatisfação com o formato do conteúdo da emissora. “Está chato”, confessou Cecília. “A GloboNews só tem política e economia, economia e política, política e economia”.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE