PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Matemático desafia a sorte ao descobrir como vencer na roleta dos cassinos

Arte: Tarciso Morais / CPN-News

Niko Tosa, um físico e matemático croata, encontra padrões em roletas e ganha usando sua habilidade matemática.

A roleta é um jogo de cassino popular, muitas vezes considerado baseado puramente na sorte. No entanto, Niko Tosa, um matemático e físico croata, desafia essa crença ao usar fórmulas matemáticas e observações precisas para aumentar suas chances de vitória.

Embora o renomado cientista Stephen Hawking tenha afirmado ser impossível vencer o jogo devido à sua imprevisibilidade, Niko Tosa provou o contrário. Ele viaja pelo mundo com identidades falsas, mostrando suas habilidades em diferentes cassinos.

A roleta é composta por uma roda numerada e permite apostas internas e externas. Há várias variações, como a roleta americana, europeia e francesa, cada uma com suas próprias características.

Arte: Tarciso Morais / CPN-News

Além da sorte, os jogadores também usam estratégias e sistemas de apostas, como o sistema Martingale, o sistema Fibonacci e o sistema James Bond. No entanto, a casa sempre tem uma vantagem matemática no jogo, conhecida como “vantagem da casa”.

Niko Tosa percebeu que as roletas, com o tempo e uso frequente, começam a apresentar imperfeições, como resíduos, fazendo com que a bola suba um declive, desacelere e caia em um mesmo ponto em quase todas as rodadas.

Essa previsibilidade permite que ele vença a roleta, apesar de seus movimentos aparentemente aleatórios.

Em 2004, Niko e mais dois amigos foram investigados pela polícia de Londres sob suspeita de usar um dispositivo com conexão ao computador para trapacear. No entanto, suas habilidades matemáticas e prática são a chave para seu sucesso.

Embora não tenha ensinado suas técnicas, Niko Tosa é conhecido e invejado nos cassinos ao redor do mundo, provando que sua teoria é correta e pode ser replicada em outros lugares.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE