PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Netflix é notificada pelo Procon devido à cobrança por compartilhamento de senhas

Foto: Patrick T. FALLON / AFP

Órgão de defesa do consumidor investiga a mudança e busca esclarecimentos sobre o acesso aos serviços de streaming.

O Procon-SP divulgou nesta quarta-feira (24) que emitiu uma notificação à Netflix em relação à nova política da empresa, que passará a cobrar uma taxa adicional de R$ 12,90 por mês dos usuários que compartilham suas senhas com pessoas que não residem no mesmo local.

O comunicado do órgão explicou os objetivos da notificação, que foi enviada após o recebimento de diversas reclamações dos consumidores em relação à gigante do streaming:

  1. Compreender as informações fornecidas pela Netflix aos seus assinantes;
  2. Analisar se a empresa está adotando um novo critério de cobrança e como funcionará esse novo sistema de acesso;
  3. Obter outras informações relevantes para avaliar possíveis infrações ao Código de Defesa do Consumidor.

De acordo com a Netflix, o titular da conta poderá adquirir um ponto extra por R$ 12,90 mensais ou transferir o perfil para a outra pessoa, que precisará fazer uma nova assinatura.

“A conta Netflix deve ser usada por uma única residência. Todas as pessoas que moram nesta mesma residência podem usar a Netflix onde quiserem, seja em casa, na rua ou enquanto viajam”, explicou a empresa.

Em abril de 2022, a Netflix reportou uma perda de 200 mil assinantes entre janeiro e março daquele ano. Segundo informações da Bloomberg, essa foi a primeira vez, desde 2011, que a gigante do streaming registrou um resultado negativo nesse aspecto nos balanços trimestrais.

Na época, a Netflix destacou o aumento da concorrência no setor e mencionou que tem perdido oportunidades de aumentar o número de assinantes devido ao compartilhamento de senhas.

Estima-se que cerca de 100 milhões de usuários em todo o mundo desfrutem do compartilhamento de senhas.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE