PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Prisão no Rio de Janeiro: mulher é presa por envenenar rival com bombons

Foto: Reprodução/Redes sociais

Investigações apontam que Susane Martins da Silva, presa em Acari, teria envenenado Lindaci Viegas Batista de Carvalho por motivos passionais.

Na última quarta-feira (24), uma operação policial no bairro de Acari, zona norte do Rio de Janeiro, levou à prisão de Susane Martins da Silva.

Susane é apontada como a principal suspeita de um crime que abalou a comunidade local: o envenenamento de Lindaci Viegas Batista de Carvalho, de 54 anos.

O caso macabro ocorreu no dia de aniversário da vítima. Lindaci recebeu um presente de um remetente anônimo, um buquê de flores acompanhado de bombons.

Mais tarde, durante uma visita a um salão de beleza, a aniversariante decidiu desfrutar dos doces. Pouco depois, porém, começou a sentir-se muito mal.

Lindaci foi imediatamente transportada para o Hospital Federal do Andaraí. Infelizmente, já era tarde demais e a vítima chegou à unidade hospitalar sem vida.

A investigação policial logo apontou para Susane Martins da Silva como a principal suspeita do crime. Segundo os investigadores, os bombons foram entregues por um motoboy contratado pelo filho de Susane.

Depois que o entregador foi identificado e chamado à 39ª DP (Pavuna) para prestar depoimento, as evidências apontaram para a acusada.

As autoridades acreditam que Susane estava motivada por um conflito sentimental. De acordo com o relato da investigação, ela tinha um relacionamento conturbado com um ex-parceiro de Lindaci. Susane suspeitava que este homem estava tendo um caso com a vítima e, por ciúmes, teria decidido envenenar Lindaci.

A polícia, então, emitiu um mandado de prisão contra Susane Martins da Silva, que foi detida acusada de homicídio duplamente qualificado – por motivo fútil e por ter recorrido ao envenenamento para realizar o crime.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE