PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O segredo por trás da vontade de urinar na piscina: entenda o fenômeno

Foto: Yoshiyoshi Hirokawa/DigitalVision via Getty Images

A imersão na água fria e a pressão exercida no corpo podem aumentar a vontade de fazer xixi. Descubra como isso acontece.

Nadar é uma atividade física excelente e de baixo impacto, razão pela qual muitas pessoas a incluem em sua rotina de exercícios. 

No entanto, quem passa bastante tempo na água pode notar que a bexiga parece mais ativa do que quando se está em terra firme. 

Um estudo mostrou que uma piscina de aproximadamente 415 mil litros continha cerca de 30 litros de urina. Será que estar imerso na água aumenta a vontade de ir ao banheiro?

A resposta é sim. O motivo por trás dessa sensação é a chamada diurese por imersão, que ocorre quando o corpo aumenta a produção de urina em resposta à submersão na água. 

Os vasos sanguíneos se contraem, deslocando o sangue para os órgãos internos. Isso eleva a pressão arterial, o que pode aumentar a atividade nos rins, já que o corpo deseja liberar líquidos para compensar as alterações arteriais. O resultado é a vontade de fazer xixi.

Os rins também podem reagir à pressão da água, que aumenta conforme você mergulha mais fundo. Novamente, a pressão arterial sobe, e os rins filtram mais líquidos.

A diurese por imersão é intensificada com a água fria, sendo mais comum em corpos d’água abertos do que em piscinas aquecidas. 

Porém, apenas permanecer na piscina por longos períodos pode resultar em uma vontade normal de urinar. O nervosismo também pode influenciar, como admitiram diversos nadadores olímpicos.

Urinar com um legado esportivo em jogo é uma coisa. Decidir se deve ou não fazê-lo enquanto brinca com um macarrão de piscina no quintal de um amigo é outra. Se sentir vontade, deve ir ao banheiro? 

Em águas abertas, não é realmente um problema; muitos nadadores de longa distância acabam se aliviando. Já em piscinas, a resposta é mais complexa. 

Embora existam bactérias na urina, elas geralmente não são suficientes para causar doenças, especialmente quando a piscina é tratada com cloro.

O ponto principal é a etiqueta. Como é indelicado obrigar os outros a nadar em uma mistura de água da piscina e resíduos corporais, o ideal é procurar um banheiro.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE