Para Paulo Guedes, declarações de Lula podem levar país ao caos e a novo AI-5

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Os comentários foram feitos em coletiva de imprensa em Washington, nos Estados Unidos.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez uma forte advertência nesta segunda-feira (25/11).

Ele criticou o modo como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está se pronunciando, incitando revoltas nas ruas.

As declarações foram feitas durante uma coletiva de imprensa em Washington, nos Estados Unidos.

O ministro falou das instabilidades políticas nos países da América do Sul e fez questão de destacar que o governo está muito atento com o que pode acontecer no Brasil:

“Sejam responsáveis, pratiquem a democracia. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo para quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5. Já não aconteceu uma vez? Ou foi diferente? Levando o povo para a rua para quebrar tudo. Isso é estúpido, é burro, não está à altura da nossa tradição democrática”.

Em seguida, Paulo Guedes criticou as últimas declarações de Lula:

“Chamar o povo para rua é de uma irresponsabilidade. Chamar o povo para rua para dizer que tem o poder, para tomar. Tomar como? Aí o filho do presidente fala em AI-5, aí todo mundo assusta, fala o que que é? Eu acho uma insanidade chamar o povo para rua para fazer bagunça”.

Guedes continuou seu alerta com mais críticas a Lula:

“Eu acho que o Lula… tem coisas que eu não quero falar como ministro da Economia, né?! Mas eu acho que ele ficou dois mandatos e depois botou alguém que ficou mais dois mandatos, quatro mandatos seguidos. Tiveram bastante tempo pra fazer, nós quase chegamos na Venezuela, a situação complicada, inflação subindo, Petrobras quebrada, tudo quebrado, menos 3,5% do PIB, uma confusão danada, impeachment. Eu acho prudente quem ficou tanto tempo no governo praticar um pouquinho de democracia, né?! Agora que os outros ganharam, deixa eles seguirem um pouco, até para consertar um pouco, para eu voltar e quebrar tudo de novo. Se não, não vai ter o que quebrar. Então vamos praticar a democracia, o poder troca logo, só esperar três anos, ganha a eleição e volta.”

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

VEJA TAMBÉM

CURTA o CPN

Que tal curtir nossa página?