PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pesquisa revela que peste bubônica chegou à Grã-Bretanha 5 mil anos atrás

Foto: BSIP / Colaborador/Getty Images

Análise de dentes antigos confirma a presença da bactéria causadora da peste na Grã-Bretanha no período neolítico.

A peste bubônica, uma das doenças mais devastadoras da história, chegou à Grã-Bretanha há cerca de 5 mil anos, segundo nova pesquisa.

Conhecida por ter dizimado um terço da população europeia no século 14, a doença é causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida de roedores para humanos através da picada de pulgas infectadas.

Pesquisadores examinaram os dentes de 34 indivíduos enterrados em dois cemitérios britânicos datados do período neolítico.

O DNA da Y. pestis foi encontrado em duas crianças e uma mulher. Esta é a primeira vez que a presença da bactéria é confirmada na Grã-Bretanha nesta época, demonstrando que a doença se espalhou da Europa continental para as ilhas britânicas.

A cepa da bactéria encontrada nos dentes britânicos é compatível com as encontradas em outras partes da Europa. De acordo com os pesquisadores, a distância entre os dois cemitérios sugere que a doença se espalhou amplamente pela região.

A descoberta confirma que a doença já estava presente na Grã-Bretanha há milênios, muito antes da peste bubônica do século 14. O estudo também destaca a resiliência da peste, que ainda infecta roedores e pulgas em várias partes do mundo, como na África e na China.

Apesar de ainda ser uma ameaça, a peste bubônica hoje é menos devastadora devido ao avanço da medicina. Com medidas como isolamento dos infectados e uso de antibióticos, é possível reduzir significativamente a taxa de mortalidade da doença.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE