PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Promotoria da Espanha investiga ofensas raciais contra Vinicius Jr. em partida de futebol

Foto: Pablo Morano/REUTERS

Torcedores do Valencia são acusados de crime de ódio por insultos racistas contra o atleta brasileiro durante jogo do Campeonato Espanhol.

A Promotoria de Valência, na Espanha, abriu investigações contra alguns torcedores do clube local por um possível crime de ódio, de acordo com a agência de notícias EFE.

Os suspeitos são acusados de fazerem insultos raciais contra Vinicius Jr., jogador brasileiro do Real Madrid, durante uma partida realizada no último domingo.

O processo em questão foi enviado para um tribunal de instrução, que vai decidir se a ação seguirá para um julgamento formal.

Na Espanha, as denúncias feitas pelo Ministério Público passam por essa instância preliminar antes que um juiz decida sobre o indiciamento dos acusados.

A situação também está sob escrutínio da Procuradoria-Geral da Espanha, após uma denúncia formalizada pelo Real Madrid, time de Vinicius Jr.

Na 35ª rodada do Campeonato Espanhol, uma parcela dos torcedores do Valencia proferiu insultos racistas contra o atleta, chamando-o de “macaco”.

Diante da ofensa, o jogo foi pausado por 10 minutos e Vinicius Jr. acabou se envolvendo em um conflito com os jogadores adversários, resultando em sua expulsão do jogo, que acabou com a vitória do Valencia por 1 a 0.

Após o jogo, uma polêmica se instaurou nas redes sociais entre Vinicius Jr. e o presidente da LaLiga, Javier Tebas.

Nesta quinta-feira, Tebas declarou que não tinha intenção de criticar o jogador brasileiro, reafirmando o compromisso da liga em combater o racismo.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE