PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Qual a origem da tradição das crianças acompanhando jogadores de futebol em campo?

Foto: Fareed Kotb/Anadolu Agency via Getty Images

Entenda como surgiu o costume de crianças entrarem em campo com os jogadores, qual o propósito e como seu filho pode ser um desses pequenos acompanhantes.

Uma das tradições mais adoráveis no futebol profissional é a entrada dos jogadores em campo de mãos dadas com crianças.

Esses pequenos acompanhantes geralmente vestem uniformes e têm a oportunidade de estar ao lado dos famosos jogadores durante as cerimônias pré-jogo.

Aqui está tudo o que você sempre quis saber sobre como essa tradição começou, como está atualmente e como fazer seu filho participar.

Início da Tradição

Embora as origens exatas do costume não sejam claras, ele existe pelo menos desde meados dos anos 1990.

Um exemplo frequentemente citado é de uma partida de novembro de 1996 entre o Liverpool F.C. e o Everton F.C.: o jornal Liverpool Echo publicou uma foto dos árbitros com os capitães das duas equipes, cada um acompanhado por um jovem jogador. Na final da UEFA Euro 2000 entre França e Itália, cada titular entrou em campo com uma criança.

Segundo o PopSugar, a tradição ganhou mais força internacionalmente após a Copa do Mundo de 2002, quando a FIFA e o UNICEF fizeram uma criança acompanhar cada atleta em campo como parte de sua campanha “Diga Sim às Crianças”.

O objetivo era lembrar aos fãs de futebol que eles têm um papel importante na construção de um mundo adequado para crianças. A campanha também incentivava as pessoas a apoiar os direitos das crianças seguindo 10 princípios.

Hoje em dia, o motivo por trás das duplas criança-jogador e o processo para colocar seu filho em campo variam de acordo com o clube e a competição.

O McDonald’s, patrocinador de longa data da Copa do Mundo, frequentemente realiza sorteios internacionais para selecionar os acompanhantes dos jogadores, incluindo uma viagem com todas as despesas pagas ao torneio.

Organizações também utilizam a tradição para apoiar causas sociais ou humanitárias. Em 2007, por exemplo, o New England Revolution leiloou vagas de acompanhantes em um jogo contra o Los Angeles Galaxy para beneficiar sua fundação beneficente. Em algumas ocasiões recentes, jogadores entraram em campo com cães para promover a adoção de animais.

No entanto, nem sempre o propósito é específico. Em geral, ter crianças ao lado dos jogadores é uma ótima maneira de promover publicidade positiva, ambiente familiar e envolvimento comunitário.

Além disso, é uma forma de arrecadar dinheiro. Em 2014, o The Guardian revelou que mais da metade dos clubes da Premier League cobrava centenas de libras por vaga de acompanhante. Muitos outros clubes oferecem as vagas gratuitamente, mas isso não significa que seja fácil conseguir uma.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE