Agora OMS diz que assintomáticos raramente transmitem covid-19

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Se confirmada a informação, haverá grande mudança nas estratégias de controle da epidemia de covid-19 em todo o mundo.

Uma novidade que, se for confirmada, pode mudar completamente a política de controle da pandemia de covid-19 em todos os países.

Hoje a OMS anunciou que a transmissão do novo coronavírus por pessoas assintomáticas (com o vírus, mas sem sintomas) é muito rara, informou o site da CNBC.

A informação foi dada pela doutora Maria van Kerkhove, chefe da Unidade Emergente de Doenças e Zoonoses da OMS, em entrevista na sede da agência, em Genebra, Suíça, publicada

“A partir dos dados que temos, parece ser muito raro que uma pessoa assintomática realmente transmita o vírus para outro indivíduo”.

A doutora Van Kerkhove acrescentou:

“As ações dos governos devem se concentrar na detecção e isolamento de pessoas infectadas com sintomas e no rastreamento de qualquer pessoa que possa ter entrado em contato com elas”.

Segundo a especialista, a OMS tem vários relatórios de países que estão realizando rastreamento de contatos muito detalhado:

“Eles estão seguindo casos assintomáticos. Eles estão seguindo os contatos. E não estão encontrando transmissão para outros. É muito raro”.

Se confirmada a informação, poderá haver uma grande mudança nas estratégias de controle da pandemia, pois medidas como quarentena e uso de máscaras não terão mais nenhuma necessidade.

Resta saber se, desta vez, a OMS está certa ou errada.

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

VEJA TAMBÉM

CURTA o CPN

Que tal curtir nossa página?