PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Confronto entre torcedores do Flamengo e Fluminense após jogo no Maracanã (vídeo)

Foto: Reprodução/TV Globo

O clássico Fla x Flu atraiu recorde de público na Copa do Brasil 2023, mas foi manchado por incidentes violentos.

Um confronto entre torcedores do Flamengo e Fluminense ocorreu no entorno do Maracanã, logo após o término do clássico Fla x Flu, na noite desta terça-feira (16).

O incidente violento ocorreu na passarela que faz a ligação entre o estádio e a estação de trem e metrô do bairro.

A Polícia Militar foi obrigada a intervir, utilizando cassetetes e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar a multidão. Segundo a PM, apesar do tumulto, não houve prisões relacionadas ao incidente.

No entanto, durante o período que antecedeu e ocorreu a partida, a PM efetuou a prisão de 30 membros de torcidas organizadas, os quais estavam proibidos de frequentar o estádio. Entre os itens confiscados pela polícia estavam soco-inglês, fogos de artifício, drogas e uma touca ninja.

A PM também deteve um indivíduo vendendo ingressos de maneira ilegal nas proximidades do estádio, apreendendo 9 bilhetes com ele.

No interior do Maracanã, Alesson Galvão de Souza, ex-presidente da torcida organizada Raça Rubro-Negra, foi detido em um camarote. Alesson estava proibido de frequentar o estádio, contudo, compartilhou imagens de dentro do local em suas redes sociais.

Apesar dos incidentes, o jogo entre Flamengo e Fluminense, que terminou empatado em 0 a 0 pelas oitavas de final da Copa do Brasil, estabeleceu o recorde de público da edição de 2023 do torneio. A partida contou com a presença de 54.362 torcedores pagantes (59.295 presentes), ultrapassando o jogo Flamengo x Maringá, que registrou a venda de 50.008 ingressos.

O clássico Fla x Flu também detém o recorde de maior renda bruta da competição até o momento, com R$ 3,5 milhões. O recorde anterior foi estabelecido na vitória do Remo sobre o Corinthians, por 2 a 0, na partida de ida da terceira fase, com renda bruta de R$ 2,9 milhões.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE