PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Gargalhada misteriosa do Coringa: saiba detalhes sobre a doença do palhaço do crime

Foto: Reprodução / DC Comics

Em um mergulho na personagem do Coringa, exploramos o lado médico e psicológico por trás de sua risada incessante e desconcertante.

O Coringa é uma figura conhecida por sua risada contínua e inquietante – uma característica que se tornou sua marca registrada e causa desconforto, especialmente àqueles que estão em seu caminho.

Na adaptação cinematográfica de 2019 dirigida por Todd Phillips, com Joaquin Phoenix no papel principal, essa risada é explorada como um potencial sintoma médico. Então, surge a questão: existe uma doença por trás do riso incessante do infame Palhaço do Crime?

A risada incontrolável e inadequada do Coringa pode ser diagnosticada como Afeto Pseudobulbar, também conhecido como Labilidade Emocional ou Transtorno da Expressão Emocional Involuntária. Este distúrbio caracteriza-se por episódios de riso ou choro súbito e inapropriado, que não correspondem à situação em questão e não têm um gatilho específico.

Indivíduos com lesões cerebrais, acidente vascular cerebral ou algumas condições neurológicas como Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) ou Esclerose Múltipla podem desenvolver esse distúrbio.

De acordo com a American Stroke Association, essa condição envolve uma “desconexão entre o lobo frontal (que controla as emoções) e o cerebelo e o tronco cerebral (onde os reflexos são mediados)”.

Os sintomas do Afeto Pseudobulbar podem levar a constrangimento, isolamento social, ansiedade e depressão, segundo a Mayo Clinic. Os tratamentos recomendados geralmente incluem antidepressivos e psicoterapia, conforme informações médicas disponíveis no Google.

Apesar da existência dessa condição médica que poderia explicar a risada incontrolável do Coringa, Joaquin Phoenix, o ator que o interpretou no cinema, não acredita que seja esse o caso. “Eu me pergunto se isso é realmente o que ele tem”, disse Phoenix, acrescentando que prefere deixar a questão sem resposta.

Phoenix argumenta que o riso descontrolado do Coringa está mais relacionado à maneira como a sociedade tratou o personagem e à reflexão sobre o que o humor representa na cultura global, especialmente para alguém como Arthur Fleck, que cresceu isolado do mundo convencional.

O fato é que a DC Comics mantém a ambiguidade em relação à causa da risada incessante do Coringa – talvez, parte do fascínio pela personagem esteja justamente nesse mistério que envolve seu comportamento.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE