PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mãe enfrenta dilema após sogros sugerirem que seu filho durma sozinho em apartamento separado

Foto: Reprodução / Pexels

A mãe se preocupa com a segurança do filho de 2 anos, enquanto os sogros alegam que ela está sendo irracional.

Não é novidade que nossa capacidade de detectar ameaças é essencial para nossa sobrevivência. No entanto, quando se trata de crianças, espera-se que elas não tenham tal habilidade, e é aí que entra o papel dos pais.

A protagonista de nossa matéria, mãe de uma criança de 2 anos, enfrenta um dilema. Ela está prestes a viajar de férias com sua família e os sogros, e eles sugeriram que as crianças durmam em um apartamento conectado, sem supervisão.

A mulher teme deixar seu filho de 2 anos sozinho em meio a possíveis riscos e, por isso, pensa em acompanhá-lo todas as noites. Ela recorreu a um fórum online de Londres, criado para discussões entre pais de crianças e adolescentes, a fim de saber se estava sendo realmente irracional em não querer deixar o filho pequeno dormindo sozinho no apartamento durante as férias.

Todos os pais provavelmente concordam que a paternidade é um desafio lindo, porém extremamente difícil. A vida muda, as preocupações e prioridades se transformam e o objetivo principal passa a ser manter os filhos seguros e felizes. No entanto, nem sempre percebemos o quão perigoso nosso ambiente cotidiano pode ser.

Foto: Reprodução / Pexels

Para ilustrar melhor, um relatório do CDC (Centers for Disease Control and Prevention) revelou que mais de 7.000 crianças e adolescentes, com idades entre 0 e 19 anos, morreram em 2019 devido a lesões não intencionais.

É de partir o coração, não é?

O que piora a situação é que os pais geralmente se sentem julgados. São criticados por serem excessivamente protetores e envolvidos, e muitos têm opiniões diversas. Porém, é importante lembrar que cada um deve cuidar dos próprios filhos, e se achar necessário impor precauções de segurança para ter paz de espírito, que o faça. Afinal, é melhor prevenir do que remediar.

A mãe em questão enfrentou críticas dos sogros. A família alugou uma grande vila com apartamentos conectados para as férias, e os sogros sugeriram que todos com crianças ficassem nos referidos apartamentos.

A mulher concordou, para não atrapalhar o descanso dos outros, mas se preocupou com a ideia de deixar o filho de 2 anos sem supervisão. Os sogros, no entanto, a chamaram de irracional, afirmando que seria “igual a ela dormindo no andar de cima”.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE