PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mundo está à beira de nova guerra mundial, alerta aliado de Putin

Foto: Sputnik/Valentin Yegorshin/Pool via REUTERS

Riscos de confronto nuclear superam preocupações com mudanças climáticas, diz vice-presidente do Conselho de Segurança da Rússia.

Dmitry Medvedev, vice-presidente do Conselho de Segurança do presidente russo Vladimir Putin, afirmou nesta terça-feira (25) que o mundo provavelmente está à beira de uma nova guerra mundial, com riscos crescentes de um confronto nuclear.

Em uma conferência em Moscou, Medvedev ressaltou que a nova guerra mundial não é inevitável, mas que os riscos de um embate nuclear são mais graves do que as preocupações com as mudanças climáticas.

Putin enxerga o mundo enfrentando a década mais perigosa desde a Segunda Guerra Mundial e considera a guerra na Ucrânia uma batalha existencial contra um Ocidente agressivo e arrogante. Ele garantiu que a Rússia usará todos os meios disponíveis para se proteger contra qualquer agressor.

Na segunda-feira (24), o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, declarou ao Conselho de Segurança das Nações Unidas que o mundo vive uma situação mais perigosa do que durante a Guerra Fria, ressaltando a perda de confiança no multilateralismo como um agravante.

Os Estados Unidos e seus aliados condenam a invasão da Ucrânia pela Rússia, considerando-a uma apropriação imperial de terras.

A Ucrânia se compromete a lutar até a retirada de todas as tropas russas de seu território e afirma que a retórica russa sobre guerra nuclear visa intimidar o Ocidente a reduzir a ajuda militar.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE