PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Quem disse que as rodas da bicicleta precisam ser redondas?

Foto: Reprodução / YouTube

A imaginação encontra a matemática em uma nova criação futurista: a bicicleta de rodas triangulares.

Mergulhe no mundo da inovação em ciclismo! Uma façanha recentemente realizada por Sergii Gordieiev, influenciador digital e guru em tecnologia, leva a pedalada para o próximo nível. Desafiando o senso comum, Gordieiev ousou construir uma bicicleta com rodas em formato de triângulo, um feito que se transforma em uma vitrine para a criatividade e para a aplicação de princípios matemáticos no cotidiano.

Pois bem, como funciona essa curiosa bicicleta triangular? Gordieiev, criador do popular canal The Q, usou um engenhoso par de braços de bicicleta com roldanas que, atuando como esteiras, se alinham ao movimento dos triângulos. Isso garante que o centro da estrutura se mova de forma linear e o triângulo permaneça paralelo ao solo, mantendo assim o deslocamento do veículo.

Aqui, a matemática entra em cena. Os triângulos utilizados não são comuns, mas são do tipo Reuleaux, ou triângulos esféricos. Para quem é fã de geometria, esses triângulos podem ser desenhados a partir de três círculos sobrepostos, como demonstrado em um vídeo no canal The Q. Outra maneira de alcançar o formato de Reuleaux é arredondando os lados de um triângulo equilátero, traçando três arcos circulares e conectando dois vértices do triângulo enquanto centrado no terceiro.

Os triângulos de Reuleaux têm uma característica peculiar: qualquer par de linhas paralelas que toquem um desses triângulos sem cruzá-lo mantém a mesma distância euclidiana. Em outras palavras, mesmo que os triângulos girassem, a distância entre eles permaneceria constante.

E isso é o que permite que essas intrigantes formas geométricas rolem de forma consistente, mantendo contato com a esteira. O formato especial de Reuleaux diferencia-se dos triângulos equiláteros normais que, ao rolarem, teriam uma superfície de contato variante e perderiam contato com a esteira. Na verdade, a engenharia já vem utilizando os triângulos de Reuleaux em outros contextos, como os motores rotativos Wankel, famosos em carros como Mazda RX-7 e RX-8.

O resultado? Um passeio em uma bicicleta um tanto quanto instável, mas definitivamente funcional. Quem sabe um dia essas bicicletas triangulares não se tornarão uma opção de transporte para o grande público?

A criatividade de Sergii não se limita a bicicletas triangulares. Em seu canal, ele já projetou outros veículos interessantes, como uma bicicleta quadrada (que parece um tanque de guerra), uma bicicleta sem câmara de ar (substituída por canos rígidos), e até uma bicicleta com a roda traseira dividida em duas, brincando com a ideia de “Matemática Ciclista Normal: 0,5 x 2 = 1 roda”.

Por isso, se você é fã de tecnologia, inovação e ciclismo, mantenha-se ligado nas criações de Sergii Gordieiev, a mente criativa que está reinventando a forma como pedalamos.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

PUBLICIDADE